sexta-feira, 23 de abril de 2010

Aqui em Londrina, não vai ter nada de interessante. Só as baladinhas nas casas noturnas de sempre. Nenhum show, nenhum evento, nada! Aliás, isso aqui anda bem parado. Então, até em respeito aos leitores que não são da cidade, as dicas do Qual é a boa?", serão mais filmes, livros e etc, ok? Espero que entendam...

Vamos a dica de hoje: Filme A Mulher Invisível

Sinopse:


O que dizer de um homem que se apaixona por uma mulher que só tem como defeito o fato de não existir? Em A Mulher Invisível, o novo filme do diretor Cláudio Torres (Redentor), Pedro (Selton Mello) é aquele tipo de sujeito que ainda acredita no casamento. Já Carlos (Vladimir Britcha) definitivamente não acredita na idéia de que um homem possa passar a eternidade ao lado de uma única mulher. Os dois trabalham juntos numa sala de controle de tráfego da Prefeitura, de onde podem bisbilhotar e muito a vida alheia. Como melhores amigos, de alguma forma também controlam a vida um do outro. É assim que, um dia, Carlos passa a se preocupar com o estado depressivo de Pedro, que vê sua vida ruir ao ser abandonado pela mulher, Marina. A crise emocional de Pedro é secretamente testemunhada por Vitória (Maria Manoella), uma vizinha que em breve se tornará viúva e que sempre foi apaixonada platonicamente por ele. Tímida, ela ouve tudo que se passa no apartamento do vizinho através de um buraco na parede. E é assim que escuta Pedro ser abandonado pela mulher e enlouquecer ao saber que ela está grávida de um milionário americano e vai se casar. Quando o desespero toma conta dele, subitamente alguém bate à sua porta. Ele atende e dá de cara com a mulher mais linda do mundo carregando uma xícara vazia. Ela diz que seu nome é Amanda (Luana Piovani), que é a sua nova vizinha e que precisa de açúcar. Voluptuosa e com um jeito inocente, Amanda vai mudar a vida de Pedro, Vitória e até mesmo de Carlos, por uma razão simples: ela é uma mulher invisível! Só os que a desejam conseguem enxergá-la. Porque neste filme, como na vida, nem sempre o amor é exatamente o que parece!


Devo dizer que este filme me surpreendeu! Eu adorei... Depois me digam o que acharam.

0 comentários:

Postar um comentário

Olá! Obrigada por deixar um comentário para mim. Isso incentiva e alimenta o blog.

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios