domingo, 14 de junho de 2009


Um dia me disseram que eu sou uma sonhadora, que almejo por romances de Hollywood. Que não existe homem fiel e muito menos amores eternos... E eu quase dei ouvidos a essas pessoas.

Esta madrugada estava assistindo um filme chamado Diário de uma Paixão (recomendo!), e não vou contar o filme aqui senão vou estragar o final, mas ele fala de um amor que ultrapassa todas as barreiras – posição social, tempo, idade, saúde – Enfim, todo tipo de barreira que você achar que pode-se encontrar na vida.

E sinceramente, ando tão cética com relação a coisas relacionadas ao coração do ser humano, que enquanto via o filme, eu cheguei a pensar que aquilo não existia, você envelhecer ao lado de alguém e superar tanta coisa em nome de um amor.

Ainda bem que meu coração é aberto, e na mesma hora me lembrei do caso dos meus avós maternos. Meu avô teve um AVC há alguns meses atrás, e me recordo bem da primeira frase que minha avó me disse quando me viu, ela me olhou com aqueles olhinhos verdes já todo enrugadinho da idade, e me disse: “Eu não vou agüentar perder meu companheiro”.
Companheirismo, quer palavra que defina melhor o que é o amor? É estar por perto em TODOS os momentos, quer sejam bons ou ruins...

E o que mais me emocionou foi que os médicos disseram que meu avô não ia melhorar, e eu sei que por amor, não só a minha avó, mas a mim, meu irmão e minha mãe ele ta lutando. E tem tido vitórias sabe por que? O AMOR CURA!!!

A primeira frase que meu avô disse quase que completa (isso porque ele nem falaria mais, glória à Deus, porque nossas vidas está nas mãos Dele primeiro) foi perguntar para a minha avó se ela estava bem, se ela estava precisando de dinheiro, como ela tava fazendo.

Ao invés de se preocupar com a saúde dele, ele tava preocupado com ela, porque ela é a companheira dele, a mulher que testemunhou praticamente toda a sua vida.
Minha avó ficou muito abatida este tempo todo, mas meu avô tem reagido, e minha vó parece ter recuperado a alegria dela,e mais uma vez vou repetir, ele tem lutado prara ficar bom por nós, e o amor que Deus sente por ele e meu avô por nós é suficiente para curá-lo, O AMOR CURA...

E o mesmo amor que Deus sente pelo meu avô, é o amor que Ele sente por cada um de nós. O amor cura, porque Deus é amor, e para Deus nada é impossível. É hora de apresentarmos nossos relacionamentos diante de Deus e pedir pra que Deus cure estes nossos defeitos que machucam o outro. A começar em nós esta mudança, depois neles. E Deus faz... O AMOR TUDO CRÊ, TUDO ESPERA, TUDO SUPORTA!

Frase do filme Diário de uma Paixão:

-"Você acredita que nosso amor é capaz de fazer milagres?"
-"Claro, é ele que traz você de volta pra mim todos os dias"
-"Será que nosso amor seria capaz de nos levar juntos?"
-"Nosso amor é capaz de fazer qualquer coisa."

O AMOR É CAPAZ DE QUALQUER COISA, NÃO DESISTA FACILMENTE, SE É O QUE VOCÊ QUER, BATALHE! VÁ ATÉ ONDE DEUS A PERMITIR...


Obs: Hoje em particular está bem difícil manter a esperança, mas eu vou prosseguir, até ser feliz por completo!!!

0 comentários:

Postar um comentário

Olá! Obrigada por deixar um comentário para mim. Isso incentiva e alimenta o blog.

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios